COMO COMBINAR AS CADEIRAS DA SALA DE JANTAR DESCOMBINANDO

5 dicas importantes para o cantinho de estudos perfeito para seu filho!
maio 17, 2018
Descubra a TOG by Philippe Starck, a nova linha que desembarca aqui
julho 13, 2018

Caiu por terra a ideia de que mesa e cadeiras precisam ser compradas juntas e combinando. Hoje a criatividade é encorajada a rolar solta na decoração e, com toda essa liberdade, a brincadeira de montar a sala de jantar descombinando as cadeiras é mais do que um desafio, é um jeito cool de adicionar personalidade a esse ambiente tradicional da casa.

Achou difícil? Bom, a gente tem uma boa notícia para você então: este post veio para descomplicar a ideia de mesclar diferentes tecidos, cores e shapes na sala de jantar. Acompanhe o passo-a-passo para investir nesse mix.

 

1. IDENTIFIQUE AS PRINCIPAIS CORES DO CÔMODO

O começo de todo mix’n’match é identificar as cores que predominam no ambiente, pois elas serão as guias da mistura que vem a seguir. Na foto que pegamos de inspiração abaixo, por exemplo, os tons-mãe são o marrom da madeira do chão e das molduras; o vermelho e o amarelo presente nas estampas dos quadros; e levemente o azul e o verde, também pontos de cor dos quadrinhos.

As cadeiras, portanto, acompanham esses tons divertidos, que harmonizam com o restante da sala de jantar. Legal e simples, né?

2. BRINQUE COM NOVOS SHAPES

Parte da graça em descombinar as cadeiras da sala de jantar é não ter o mesmo modelo de cadeira ao redor da mesa. Se você é do time das pessoas que se arriscam mais, essa é uma boa ideia para deixar o cômodo com mais personalidade, como a gente mostra na inspiração abaixo.

O segredo, nesse caso, foi partir da característica orgânica super forte, pontuada pela madeira, as flores e os outros materiais crus por ali, e trazer um mix’n match de cadeiras nessa linha.

3. DIGA SIM ÀS TEXTURAS TAMBÉM

Quando você já identificou as cores que guiam o espaço e também pensou em como trazer novos shapes e modelos à brincadeira, o step final é adicionar texturas. Sim, que tal mesclar madeira com ferro e estofados?  Parece loucura? Mas não é, olha só:

Aqui a gente vê direitinho como uma cadeira em ferro conversa com uma trabalhada em pés de madeira e outra toda em plástico. Sabe como isso funciona tão bem? A resposta está na coordenação de cores – sim, o passo número um que apresentamos. E se você fizer esse mix e ainda achar que, por exemplo, a cadeira de ferro não está aconchegante o suficiente, sinta-se livre para apostar em acessórios que trarão esse feeling cozy, como a manta de pelinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *